Mensagens

Último Dia

Neste dia fizemos uma visita a um centro para pessoas com multideficiência, onde podemos ter um contacto sobre esta área e como é o funcionamento na Alemanha. Os clientes que se encontram aqui são pessoas que não tem quem trate delas. Alguns clientes tem a visita da família, outros a família nem sequer sabe que eles existem. Neste centro tivemos a possibilidade de visitar a sala de atividades de relaxamento, sensorial e o ginásio. Na sala de atividades os clientes podem fazer peças em madeira e barro. A instituição recebe pedidos de encomendas, como por exemplo, quando lá estivemos estavam a fazer uma encomenda de cruzes e corações para o padre da paróquia. A sala de relaxamento está muito bem equipada com bolas grandes, baloiço, trampolim, etc. A sensorial serve para tentar ativar os sentidos. Vê-se que neste centro os clientes tem tudo para ter uma vida dita normal, com rotinas que os ajudam a ter a noção do dia a dia e sentirem-se úteis e realizados.���…

Aula de Inglês

Imagem
Hoje fomos assistir a aula de inglês, estivemos um pouco a conversa com a professora e alunos, foi muito agradável.
Hoje é o último dia de aulas, para um dos alunos presentes foi mesmo o último dia no BFW. As aulas de inglês estão incluídas no curso e tem a duração de um ano.
Um dos alunos mostrou-nos um pedal que eu desconhecia: serve para parar, voltar para trás e andar para a frente, a ouvir um ditado, por exemplo em mp3.
Falou-nos também das suas perspetivas para arranjar emprego: como tem mais de 50 anos e problemas de visão, tem consciência da dificuldade em ter emprego.
Outra das formandas falou-nos da "Discovering Hands", que consiste em fazer a palpação do peito da mulher na despistagem do cancro da mama. E que essa seria uma possibilidade para ela ter uma nova oportunidade de voltar ao mundo do trabalho.
Como todos nós, temos sempre esperança em encontrar trabalho.
Não podemos desistir…

Novas Tecnologias

Atualmente o BFW tem procurado novos campos de negócio com vista adaptar-se as exigências do mundo atual na área das novas tecnologias, tais como a realidade virtual e impressão em 3D.

Neste artigo procurei a dar a conhecer a tecnologia que poderá desempenhar um papel revelante na apreensão por parte dos cegos e baixa visão. Com esta tecnologia é possível criar modelos tridimensionais capazes de fornecer maior e melhor informação do que os modelos bidimensionais.

Alguns exemplos práticos da tecnologia 3D: impressão de maquetes, objetos da vida diária.

Este modelo de negócios tem como principais clientes alvos co museus, estabelecimentos de ensino, centro de turismo

Para desenvolver o material é primeiro usado um programa como o 123 Autocad ou programas gratuitos de design em que é possível desenhar em 3 dimensões.

Também existe uma base de imagens disponível na internet que podemos depois trabalhar no programa de design.

Os programas que convertem o ficheiro para poder imprimir são o Cura …

Mais um dia de Formação

No período da manhã visitámosa sala de avaliação psicológica, onde uma técnica nos apresentou o funcionamento desta área. Esta equipa é composta por 13 técnicos de diferentes áreas, entre os quais 3 psicólogos, 1 oftamologista e 1 técnico de ótica.
Esta área avalia as competências, interesses, situações, etc, para todos os serviços do centro. A técnica mostrou-nos um exemplo de um exercício de um teste que costumam aplicar.

Filme "Imagine"

Imagem
Hoje assisti ao filme “Imagine”, que curiosamente é filmado em Portugal, os personagens principais são cegos.

O filme inicia com o ator principal a chegar a um centro de cegos jovens. Irá ser o professor deles, ensina como usar a audição para se orientarem. Começa por encherem um copo de água sem usarem o dedo ou aparelho que deteta se o copo está cheio. O professor não usa bengala e os alunos acham que ele vê e está a mentir. Ele usa a técnica dos estalinhos e as botas para se orientar - ecolocalização. E fazem algumas partidas… poem um armário no corredor ou uma cadeira para ele tropeçar. Há uma rapariga que não gosta de usar a bengala e pergunta como ele faz na rua. Então saem os dois e vão a vários locais de Lisboa, para escutarem vários sons. Entretanto há outros alunos que arriscam a saírem sem a bengala e as coisas não correm bem. Caem e ficam magoados e um deles ficou sem perna. Devido a estes acidentes o professor é despedido pelo doutor que acompanha os alunos.
A conclusão…

Diferenças...

(Texto escrito por Emanuel Miguel)

Hoje fomos visitar a sala do "Curso de Integração". O curso de integracao é para pessoas que precisam de se adaptar a novas ferramentas tecnológicas - como a linha Braille, Lupas, Leitor de Ecrã, etc. - devido ao agravamento da sua situação da visão ou porque estão desempregado há muito tempo. Mais tarde, fomos a uma loja de equipamentos para pessoas com deficiência visual, onde podemos contactar com vários tipos de equipamentos, como por exemplo bengalas e os seus acessórios, material para cozinha, jogos, etc. Para além de alguns produtos serem mais baratos, a loja tinha muita variedade o que permite fazer comparação e escolher o que mais agrada.

Mais um dia, mais uma aventura!

Imagem
Texto escrito por Paulo Almeida 

Hoje o dia despertou mais fresco e com alguma precipitação! O nosso tour hoje será irmos até Colónia para visitar a catedral.

Saímos por volta das nove horas em direcção à estação de comboios de Düren: a estação é ampla e com uma excelente acessibilidade. Apanhámos o comboio por volta das 10:17. Nos comboios o silêncio é exigido e as carruagens muito confortáveis e espaçosas. A viagem durou cerca de vinte minutos aproximadamente. Na chegada à Colónia o ambiente é de festa, muitas pessoas na rua e música.

A Catedral é um edifício imponente e de uma beleza única nos pormenore. Ao entrarmos tivémos opurtunidade de ouvir a acústica da catedral pois estava a ser realizada uma missa! Em volta, muitos turistas a tirarem fotografias, uma banda que tocava, um ambiente de festa.

De seguida fomos em direcção ao rio onde pelo caminho passámos por entre várias ruas de comércio, que felizmente para nós estavam encerradas ao domingo! Passámos também por um edif…